NOTÍCIAS

UFPB sedia congresso sobre Saúde Mental e Dependência Química

ufpb_foto3_walla_santos

O Grupo de Pesquisa em Saúde Mental e Dependência Química da UFPB, com apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), promove de 14 a 16 de novembro, no auditório 411 do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes da Universidade Federal da Paraíba (CCHLA/UFPB), o “V Congresso Brasileiro sobre Saúde Mental e Dependência Química”.

As inscrições ocorrerão até 14 de novembro e serão realizadas exclusivamente pela internet. Não serão aceitas inscrições por e-mail. É possível fazer as inscrições no site oficial do evento – confira aqui.

Em 2019, a programação do congresso contará com mesas-redondas, minicursos, painéis e palestras para debater o tema “Refletindo sobre direitos e possibilidades terapêuticas”.

O congresso em sua quinta edição, terá quatro eixos para palestras, mesas-redondas e apresentação de trabalhos assim distribuídos: Prevenção e Tratamento; Políticas Públicas; Neurociências; e Intervenções na Clínica Ampliada.

Serão abordados durante os três dias do evento linhas de pesquisa como Representação Social, Saúde Mental e Dependência Química. A programação é extensa e engloba várias atividades da pesquisa, extensão, entrevistas e eventos.

História do Congresso

O “Congresso Brasileiro sobre Saúde Mental e Dependência Química” teve sua primeira edição no ano de 2013, seguido dos anos de 2014, 2015 e 2017. Foi proposto pelo “Grupo de Pesquisa em Saúde Mental e Dependência Química”, coordenado pela professora Doutora Silvana Carneiro Maciel, e objetiva possibilitar discussões e construções de conhecimento na área.

A primeira edição contou com participantes de Norte a Sul do país, fato observado em todas as outras edições. A última delas, realizada em 2107, contou com mais de 900 inscritos e palestrantes, congregando os mais diferentes pesquisadores da área inseridos no mundo acadêmico e também na Rede de Atenção de Saúde Mental.

clickpb

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp