TECNOLOGIA

Passageiro dorme no Uber e acorda com corrida de mais de R$ 7 mil

65465461

Imagine tirar um cochilo durante uma corrida de Uber e acordar a mais de 160 quilômetros do seu destino final, com uma conta de mais de R$ 7 mil a pagar. Foi o que aconteceu com o DJ Chris Reed, na Inglaterra. O passageiro solicitou um carro no aplicativo de transportes para ir de Fulham a Croydon, na região da Grande Londres. Entretanto, acabou dormindo durante a viagem e, quando acordou, a corrida estava no valor de 1,4 mil libras esterlinas (aproximadamente R$ 7,3 mil).

O percurso solicitado por Reed, que tinha aproximadamente 16 quilômetros e deveria demorar menos de uma hora de carro, foi estendido pelo motorista por quase cinco horas e meia. O DJ afirma que foi parar em Lincolnshire, na região de Midlands, a mais de 160 km de Croydon, que era o destino correto. No total, ele rodou mais de 480 quilômetros.

Após tentativas sem sucesso de entrar em contato com a Uber, o passageiro usou o Twitter para relatar o caso e tentar o reembolso da corrida. “Passei esta semana tentando obter respostas da Uber sobre como meu motorista conseguiu cruzar metade do Reino Unido enquanto eu cochilava pensando que estava indo de Fulham para Croydon”, escreveu Reed. Segundo ele, o condutor não deu “um pio” durante o trajeto.

“Não beba se vai dirigir, mas também não beba e entre em um Uber, porque isso pode acontecer com qualquer um. Se eu sou forçado a pagar essa tarifa ridícula em sua totalidade, espero pelo menos salvar as pessoas que estão lendo isso de passarem por uma situação semelhante”, acrescentou.

Nos tweets em resposta ao post original, Reed registra suas tentativas de contato com a empresa. O caso, no entanto, ainda não foi solucionado. “Podemos garantir que nossa equipe está trabalhando para revisar isso o mais rápido possível e entraremos em contato assim que uma atualização estiver disponível por e-mail ou no aplicativo. Agradecemos sua paciência enquanto trabalhamos nisso”, respondeu o perfil oficial da Uber neste domingo (13).

Via My London News

TechTudo

 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp