TECNOLOGIA

Trânsito de Mercúrio pode ser observado em João Pessoa

mercurio-NASA-JHU-APL-Carnegie-Institution-of-Washington-fotos-publicas-696x392

Quem gosta de acompanhar fenômenos naturais no céu terá a oportunidade de observar um trânsito de Mercúrio, que acontecerá nesta segunda-feira (11). A atividade de observação será na Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, localizada no bairro do Altiplano, em João Pessoa. A casa, onde nas segundas-feiras o expediente é interno, abrirá para o público excepcionalmente, neste dia, para realização da atividade.

Lunetas, telescópios e uma câmera de vídeo (com projeção em uma TV) serão posicionadas na área externa da Estação Cabo Branco para observação do fenômeno. Os equipamentos estarão munidos de filtros de observação solar para visualização do evento.

Devido ao dia da ocorrência do evento acontecer em uma segunda-feira (expediente interno da Estação Cabo Branco), o acesso do público que participará da observação do fenômeno estará restrito apenas a área da atividade, respeitando seu deslocamento e horários, estando exclusas outras áreas de visitação. A Estação Cabo Branco abrirá a partir das 9h da manhã para o público, fechando logo após o término da observação. A atividade é totalmente gratuita e livre para todas as idades.

Observação em escolas
Como o fenômeno ocorre na Semana Mundial da Astronomia nas Escolas, promovida pela União Astronômica Internacional, a Associação Paraibana de Astronomia (APA) resolveu montar pontos de observação desse fenômeno em algumas escolas da Paraíba. A observação será apenas para os estudantes. Até o momento já estão confirmadas atividades nas seguintes escolas:

Argentina P. Gomes em João Pessoa
Liceu Paraibano em João Pessoa
IFPB – Campus I em João Pessoa
Melquiades Vilar em Taperoá
Engenheiro José D’Avila Lins em Bayeux
Trânsito de Mercúrio
Um trânsito planetário ocorre quando os planetas Mercúrio ou Vênus, em suas órbitas inferiores em torno do Sol (entre a Terra e o Sol), passam na frente do Sol. Isso acontece devido à diferença de inclinação de suas órbitas em relação à órbita da Terra, e neste trânsito, eles são vistos como um pequeno ponto escuro adentrando o disco solar, deslocando-se de um lado a outro do Sol em um período de tempo que pode variar entre alguns minutos até algumas horas de duração. Este trânsito será visível nas Américas, Europa, África e extremo Oeste da Ásia, especialmente favorável na América do Sul.

O último trânsito de Mercúrio ocorreu em 9 de maio de 2016, sendo visível na maior parte da Ásia, Europa, África, Groelândia, América do Sul, América do Norte e na maior parte do Oceano Pacífico. O próximo trânsito (depois do dia 11 de novembro) acontecerá em 13 de novembro de 2032, e também será visível em todo Brasil, a partir do nascer do Sol.

No próximo dia 11, o fenômeno terá início a partir das 9h35, e o encerramento se dará por volta das 15h04, atingindo seu apogeu de visibilidade no meio do fenômeno, às 12h19. A previsão do tempo para este dia é de sol o dia todo sem nuvens, mas é importante lembrar que, caso o tempo esteja encoberto, a visualização ficará impossibilitada.

A atividade será comandada pelo professor Marcos Jerônimo, que é Geógrafo formado pela UFPB e astrônomo amador há 50 anos. Marcos é diretor técnico científico da Associação Paraibana de Astronomia (APA), tem especialização em Direito Ambiental pela Faculdade Francisco Mascarenhas (FIP), em ensino de Astronomia pela Universidade Cruzeiro do Sul – SP e coordena o Laboratório de Astronomia da Estação Cabo Branco.

portalcorreio

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp