ESPORTE

Ministro do Esporte da Itália confirma cinco jogos com portões fechados na Série A

sansiro2

Está confirmado: o Campeonato Italiano começará a ter jogos sem público no estádio por causa do aumento de infectados pelo coronavírus no país nos últimos dias. Foi o próprio ministro do Esporte, Vincenzo Spadafora, que anunciou na manhã desta terça-feira o que estava previsto desde o fim de semana passado.

– Decidimos proibir eventos esportivos na Lombardia, Veneto e Piemonte, também em Friuli-Venezia Giulia, Ligúria e Emilia Romagna. A proibição se aplica até o próximo domingo, 1º de março. Atendendo aos pedidos provenientes do mundo do esporte e sem prejuízo da proibição de eventos esportivos a portas abertas para seis regiões do norte da Itália, consentimos, no entanto, em realizar competições a portas fechadas – disse Vincenzo Spadafora ao fim do Conselho de Ministros na manhã desta terça-feira.

São cinco dos 10 jogos da próxima rodada afetados. O principal é o clássico entre a líder e octacampeã Juventus e a Internazionale, marcado para domingo, às 16h45 (de Brasília), no estádio do clube alvinegro, em Turim. Além desse confronto, Milan x Genoa, Parma x Spal e Sassuolo x Brescia, no mesmo dia, e Udinese x Fiorentina, no sábado, serão disputados sem torcida no estádio. A situação de Sampdoria x Verona, marcado para segunda-feira à noite, ainda não foi definida.

As partidas que por enquanto não têm qualquer alteração são as programadas para estádios da região central do território italiano para o sul ou na ilha da Sardenha. Lazio x Bologna, Napoli x Torino, Lecce x Atalanta e Cagliari x Roma poderão ter torcida no estádio.

– Não achamos que deveríamos estender a medida para o resto da Itália porque, como a comunidade científica nos explicou, no momento há uma área de surtos que limitamos, enquanto para o resto da Itália existem condições para criar alarmismo e tomar medidas igualmente sérias – afirmou Spadafora.

ge

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp