ESPORTE

Fernando Diniz reforça desejo de Lugano e diz que ter Cavani no São Paulo “não é utopia”

2020-02-23t221314z-912597270-rc2m6f9hp0zx-rtrmadp-3-soccer-france-psg-bor-report

O técnico Fernando Diniz disse que “não é uma utopia” a possibilidade de o São Paulo contratar o atacante uruguaio Cavani, do PSG. Na última semana, Diego Lugano, que é dirigente tricolor e amigo do centroavante, afirmou a uma rádio argentina que o clube brasileiro é candidato a ficar com o astro.

Cavani tem contrato com o PSG até 30 de junho, quando poderá acertar com outra equipe sem a necessidade de pagamento pela transferência. Por causa disso, clubes sul-americanos passaram a sonhar com o uruguaio.

– Não existe utopia do Cavani no São Paulo. Os clubes brasileiros já reuniram condições para trazer grandes jogadores para o futebol brasileiro. Quem imaginaria que o Ronaldo Fenômeno jogaria no Corinthians ou o Daniel Alves no São Paulo? O Daniel tem mercado na Europa até hoje – afirmou Fernando Diniz em participação no programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, no último domingo.

Diniz admite, porém, que há uma dificuldade financeira em concretizar esse sonho:

– Sempre existe a possibilidade. Não sei se o São Paulo vai trazer ou não, a engenharia financeira é sempre difícil, mas às vezes as coisas acontecem. Se ele pudesse vir, é claro que ficaríamos muito felizes.

À rádio Club Octubre, da Argentina, Lugano foi questionado sobre a possibilidade de Cavani fechar com o Boca Juniors, mas, entre alguns risos, colocou o São Paulo como candidato a contratar o goleador de 33 anos.

– Acho que, antes do Boca, ele vem comigo para o São Paulo. Eu falo sobre isso há muito tempo, anos atrás, não é de agora … O que eu vou responder? O que você acha? – afirmou Lugano, hoje superintendente de relações institucionais do São Paulo.

ge

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp