POLITICA

Motoristas realizam protesto contra PMJP e pedem retomada das atividades, em João Pessoa

Protesto

PARAÍBA
Motoristas de transporte público realizam protesto e pedem retomada das atividades, em João Pessoa
De acordo com os organizadores, o protesto é pacífico e atende recomendações sanitárias, tais como o uso de máscaras e distanciamento
15/06/2020

Imagem reprodução – Motoristas de transporte público protestam nas ruas da Capital

Redação / Portal WSCOM

Motoristas de transporte público de João Pessoa realizam, desde as primeiras horas desta segunda-feira (15), uma manifestação pedindo o retorno das atividades na Capital. De acordo com os organizadores, o protesto é pacífico e atende recomendações sanitárias, tais como o uso de máscaras e distanciamento.

Ainda segundo os organizadores, eles protestam pedindo não o retorno de 100% das atividades, porém uma retomada gradativa que ajude os motoristas a não perderem seus empregos. Eles alegam que muitos profissionais foram demitidos durante a pandemia ou tiveram seus salários reduzidos, correndo o risco de haver novos cortes.

No Parque da Lagoa, no Centro da capital paraibana, os trabalhadores fecharam uma das faixas de acesso dos veículos e pediam pelo retorno das linhas de ônibus. Mesmo com uso de máscara, houve aglomeração entre os manifestantes.

Sobre o que diz o decreto
O decreto 40.304 que dispõe sobre a adoção do plano ‘Novo Normal Paraíba’ e estabelece a matriz de orientação para a retomada gradual e segura das atividades em todo o Estado prevê a não circulação dos transportes públicos coletivos na região metropolitana de João Pessoa e demais municípios que estejam em situação de bandeira amarela, caso especifico das cidades de Guarabira, Campina Grande e Patos.
LEIA MAIS: Confira as ‘bandeiras’ atribuídas aos municípios dentro do plano de retomada gradual das atividades econômicas
Segundo o governador João Azevêdo, a classificação das bandeiras será avaliada a cada 15 dias, portanto, existe a expectativa de mudança das cores nessas cidades e que assim passam a estar aptas para a liberação dos transportes já a partir do dia 29 deste mês, porém, depende da autorização dos órgãos fiscalizadores.
LEIA MAIS: Governador diz que Estado vai fiscalizar prefeitos que tentem ‘trapacear’ na aceleração da retomada de atividades

WSCOM

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp