TECNOLOGIA

Xiaomi registra celular com espaço para guardar fones de ouvido

xiaomi-telefoons

A Xiaomi registrou a patente de um celular capaz de guardar os fones de ouvido em sua própria estrutura. O objetivo é evitar que o acessório seja esquecido ou perdido pelos usuários. O pedido feito no escritório de patentes da China indica duas aberturas na parte superior do smartphone, uma de cada lado da traseira para abrigar os fones.

Para desenvolver a função corretamente, a cabeça do fone tende a ser flexível, de modo a voltar-se para cima para encaixar no telefone e com possibilidade de ser aberta para utilizar o acessório.

A expectativa é que o fone tenha conectividade por Bluetooth para compensar a ausência de fios. Outro recurso que pode acompanhar o dispositivo é uma tecnologia para evitar ruídos. Mais um detalhe sugerido pela patente é que os fones de ouvido podem exercer também a função de alto-falantes do celular enquanto estiverem guardados no compartimento.

Assim como a patente da Xiaomi, a Samsung já usa um espaço dentro do smartphone para acomodar um equipamento. A caneta S Pen que acompanha a linha Galaxy Note possui um local na parte direita da traseira para ser guardada quando não estiver em uso.

O design do celular deverá ser pensado baseando-se nos fones. No entanto, os engenheiros que estão trabalhando no projeto esbarram em questões como espaço viável para alocar o acessório em aparelhos que estão cada vez mais compactos.

Os smartphones atuais já seguem a tendência de abandonar as portas P2 (3,5 mm) para economizar espaço. Po isso, um fone acoplado pode encontrar mais dificuldades ainda. Além disso, é possível que o telefone fique com um visual robusto ou que apresente componentes menores, como por exemplo, uma bateria com capacidade abaixo dos padrões atuais.

Vale lembrar que o registro de patente não significa que a ideia proposta será necessariamente produzida e comercializada. Portanto, não há garantias de que o celular chegará de fato ao público.

Com informações de Gizchina, Android Authority e LetsGoDigital

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp