ESPORTE

Em partida de cinco gols, Botafogo-PB perde para o Manaus e se complica na Série C

WhatsApp-Image-2020-10-19-at-22.25.49

Em um duelo direto contra o rebaixamento, o Manaus FC recebeu o Botafogo-PB nesta segunda à noite, na Arena da Amazônia. E os donos da casa fizeram fazer o mando de campo conseguiram vencer por 3 a 2, com uma vantagem contruída no primeiro tempo. Os gols foram marcados por Hamilton, duas vezes, e Daniel Costa, ambos antes dos 30 minutos. O Belo descontou com Diego Rosa e Ramon, de pênalti.

Com o resultado, o Manaus chega aos 14 pontos e sobe para a sexta posição no grupo A da Série C. O time sai de perto da zona de rebaixamento e fica a três pontos do G4. Já o Botafogo-PB permanece com os 11, na nona posição, e é o primeiro do Z-2.

O Manaus começou melhor na partida e deu seu cartão de visita logo aos dois minutos de jogo. Em cobrança de escanteio de Daniel Costa, Hamilton se antecipou no primeiro pau e abriu o placar. Após o gol, o Botafogo-PB tentou reagir, principalmente com jogadas pela esquerda e chegou ter uma chance boa com Ramon, aos 11. O atacante driblou o goleiro Jonathan, mas tirou com força e bola foi pela linha de fundo. Mas quando o Belo estava melhor, veio o golpe.

Aos 15, Daniel Costa cobrou falta com perfeição para ampliar o placar. Novamente o Botafogo foi para cima, teve uma chance em que Ramon cai na área e reclama de pênalti. E, aos 27, Fumaça rouba a bola, avança e toca para Hamilton. O camisa 25 cortou de dois zagueiros e mandou no ângulo de Felipe: 3 a 0. Mas o Belo não desistiu e conseguiu o gol justamente pelo se lado mais forte, o esquerdo. Aos 35, após cruzamento na área, Diego Rosa escorou de cabeça e marcou.

O Botafogo-PB fez duas mudanças no intervalo (Cristian no lugar de Rodrigo Andrade e David Batista no lugar de Igor Leite) e deu certo. Logo aos sete minutos, após sobra na área, Cristian foi derrubado por Tsunami: pênalti. Ramon cobrou bem e diminuiu o placar. O gol deu ânimo ao time paraibano, que passou a pressionar em busca do empate. O Manaus, com sinais de cansaço, passou a explorar os contra-ataques, quando conseguia. E, em uma das investidas, Cristian fez boa jogada pela direita, mas ficou na defesa do goleiro Jonathan. Quem mais produzia do lado do Manaus era Rodrigo Fumaça nos contra-ataques. Com muitas mudanças para ambos os lados, o jogo perdeu a qualidade e ficou praticamente um ataque contra defesa. Porém, o Belo não tinha eficácia nas investidas e teve uma das melhores chances no final com Mário Sérgio, mas cabeceou para fora. Com isso, o Manaus segura a pressão e garante a vitória construída no primeiro tempo.

O Manaus volta a campo pela Série C no sábado, dia 24, às 17h, contra o Jacuipense-Ba, pela 12ª rodada, na Arena da Amazônia. Já o Botafogo-PB enfrnta o Santa Cruz no domingo, dia 25, às 18h, no Arruda.

 

gepb

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp